Dos passeios sobre a ria às voltas de moliceiro, assim é Aveiro

A manhã estava nublada e fresca, ideal para o plano engendrado no dia anterior: seguir até Aveiro e percorrer as tábuas ordenadamente dispostas sob a ria ao longo de 7 Km (embora o plano fosse fazer apenas 5 Km).

 
 
Não esperava muito mais do que caminhar e observar a ria – “talvez haja flamingos”, pensei. Não vi flamingos, mas caminhei; caminhei por um sítio que a sorte do nevoeiro me ofereceu com um misticismo único. Que local bonito naquela luz difusa.

 

Os 5 Km que iniciei por entre a neblina no Cais da Ribeira de Esgueira terminam junto da ponte que o rio Vouga levou e cujo nome lhe adoptou a infelicidade: Ponte Caída. Mais 5 Km se seguiram de volta ao ponto de partida, já o sol raiava mostrando uma nova faceta da ria.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Nádia Costa (@ideviajarmulher) a

 

Mas Aveiro e a ria não terminaram ali.

Continuaram numa cidade cheia de vida refletida na ria povoada por moliceiros que, dantes carregados de plantas marinhas, agora transportam turistas. Continuaram em casas de anos loucos cuja arte nos prende o olhar, e que merecem um museu ali mesmo. Continuaram por estações e apeadeiros de outros tempos que se encontram a par da arte moderna. Continuaram por parques pitorescos e verdejantes com nomes de santos e infantes. Continuaram pelas ruas aconchegantes até ao prazer do palato quando prova os ovos moles ou as tripas. Continuaram sem nunca desiludir.

Aveiro é Aveiro, de Portugal, e não, não tem igual!

 


Os passadiços

Nos últimos tempos muitos locais se parecem ter rendido aos passadiços que, de uma forma ou de outra, se enchem de turistas para apreciar as paisagens. Aveiro não foi exceção, mas ainda bem que assim foi, pois deu-me o privilégio de me embrenhar por um local digno de cenário de filme.

Os passadiços começam oficialmente no Antigo Cais de São Roque e seguem por 7 Km até à Ponte Caída, no lugar de Vilarinho. Contudo, como os primeiros 2 Km seguem entre a estrada e a linha de comboio, decidi iniciá-los apenas no Cais da Ribeira de Esgueira.

Os passadiços não têm lanços e o percurso é linear, o que os torna bastante fáceis. Em ambos os locais de início existe local para estacionar.

Início: Antigo Cais de São Roque

Início alternativo: Cais da Ribeira de Esgueira

Final: Ponte Caída, lugar de Vilarinho

 

Os moliceiros

À data um passeio de moliceiro custa 13€/adulto e 6€/criança, mas se puderem, acho que vale a pena a experiência.

 

SE FORES VIAJAR
Aproveita os descontos abaixo quando estiveres a organizar a tua viagem:

 

Cartão Revolut: Regista-te com esta ligação e recebe um Cartão Revolut gratuito e aproveita, entre outras vantagens, as incríveis taxas de câmbio no estrangeiro.

 

Seguros de Viagem IATI: Faz o teu seguro de viagem na IATIIati seguros através do blogue e aproveita os 5% de desconto nos diferentes seguros especializados para viajantes.

 

Deixe um comentário

Close
%d bloggers like this: