Fátima, a cidade da fé em 3 dias

Em Portugal, Fátima será sem dúvida o local pináculo da prática da fé católica cristã. E, acreditemos ou não nas questões sobrenaturais que ali constam ter ocorrido, a verdade é que há hoje naquele local algo de transcendente.

 

O destino levou-me até Fátima e ao seu santuário naquelas que foram as minhas primeiras mini férias de 2021. O destino e o facto de o Município de Ourém ter em prática, até março de 2022, a “Campanha 10.001 Noites”! Esta campanha, exclusiva para turistas portugueses, pretende dinamizar o concelho neste cenário pandémico/pós-pandémico oferecendo uma noite extra e um voucher de 10€ para refeições no ato de reserva de uma ou mais noites em hotéis da região e aderentes da campanha. Para os profissionais de saúde, e como forma de agradecimento, há ainda uma noite extra oferecida pelo hotel.

Para conhecerem todas as vantagens e condições destas campanhas, deixo-vos aqui os locais onde podem recolher toda a informação da Campanha 10.001 Noites e da oferta exclusiva para profissionais de saúde.

Eu optei pelo Hotel Regina, mesmo na lateral do santuário, e aconselho vivamente. O staff é extremamente simpático e prestável, os quartos são espaçosos e confortáveis, o pequeno almoço é aprazível, sendo que, contudo, há um pormenor: se por acaso optarem por este hotel numa vossa estadia em Fátima, se não tiverem água quente no chuveiro, tentem rodar a torneira para a água fria; a torneira está ao contrário! Fica a dica! 😂

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Nádia Costa (@ideviajarmulher)

 

O que fazer em Fátima em 2 dias?

Desta vez aproveitei para fazer a minha viagem até Fátima com a Rede Expresso. Há algum tempo que não andava de autocarro (há pelo menos mais de um ano, antes de surgir a pandemia) e decidi ver como corria. Não me senti, de todo, insegura ou constrangida. Basta termos os cuidados normais e tudo corre bem.

Porém, e assim sendo, embora tenha ficado duas noites em Fátima, a verdade é que entre arrumar malas e apanhar autocarro, a mini visita à cidade acaba por se resumir em pouco tempo para lhe despender. Contudo, ainda é possível fazer-se e visitar-se grande parte dos seus principais pontos de interesse e para os quais vos deixo aqui uma sugestão de roteiro.

 

Dia 1 – Santuário e Procissão das Velas

No primeiro dia, embora seja o dia da chega e haja toda uma logística a fazer-se inicialmente com o hotel e afins, é perfeitamente possível visitar e participar, para quem for crente, nos serviços religiosos que vão ocorrendo ao longo do dia ali mesmo. Esses serviços vão desde missas, a rezas do terço, sem faltar, ao final do dia, a procissão das velas, o momento que marca, sem dúvida, o clímax dos serviços religiosos, se não por mais, pela sua beleza estética.

Porém, além da participação nos serviços religiosos é também possível visitar na zona do santuário, segundo um percurso de reza e introspeção denominado “Itinerário do Peregrino”, um conjunto de edificações. Deste itinerário fazem parte a Cruz Alta, a Capelinha das Aparições, os Espelhos de Água, a Capela do Santíssimo Sacramento (na Basílica da Santíssima Trindade) e a Basílica do Rosário de Fátima.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Nádia Costa (@ideviajarmulher)

 
Atualmente, na Basílica da Santíssima Trindade, é possível visitar gratuitamente a exposição temporária (até outubro de 2022) “Os Rostos de Fátima”, onde uma das atrações é a coroa cujo centro tem encrustada uma das balas que atingiu o Papa João Paulo II no atentado à sua vida em 13 de maio de 1981.

 

Dia 2 – Via Sacra e Casas dos Pastorinhos

Ao segundo dia, dedicado completamente a Fátima, é possível despender o tempo necessário para se fazer o percurso (a pé) da Via Sacra que nos levará não só até à aldeia de Valinhos – de onde eram naturais os pequenos pastores Lúcia, Francisco e Jacinta, a quem terá aparecido a virgem Maria – mas também a atravessar uma área verde repleta de tranquilidade. O percurso da Via Sacra inicia-se junto à Rotunda dos Pastorinhos onde se encontra o monumento a estes dedicado e termina junto à aldeia.

Já na aldeia – que mais parece uma zona de comercio religioso ao ar livre – é possível visitar gratuitamente as casas dos pastorinhos.

Para chegar à aldeia, além do percurso a pé através da Via Sacra (que demora aproximadamente 1 hora), é também possível utilizar o carro ou o comboio turístico.

 

Dia 3 – Museu de Cera

Por fim, embora o terceiro dia seja o do regresso a casa, ainda há tempo para visitar o Museu de Cera de Fátima, onde, através de figuras de cera construídas à escala real, é possível ficar a conhecer a história religiosa da cidade.

 

Onde comer?

Não poderia terminar este artigo sobre a minha experiência em Fátima sem vos falar de dois bons locais onde comer e os quais repetirei em próximas visitas: a Taverna do Merceeiro e o Restaurante Turpial.

 

SE FORES VIAJAR
Aproveita os descontos abaixo quando estiveres a organizar a tua viagem:

 

Cartão Revolut: Regista-te com esta ligação e recebe um Cartão Revolut gratuito e aproveita, entre outras vantagens, as incríveis taxas de câmbio no estrangeiro.

 

Seguros de Viagem IATI: Faz o teu seguro de viagem na IATIIati seguros através do blogue e aproveita os 5% de desconto nos diferentes seguros especializados para viajantes.

 

Deixe um comentário

Close
%d bloggers like this: